fbpx

Entenda quais são as 5 principais tendências de decoração para 2021

Após um ano marcado por um cenário atípico e definitivamente inesperado, as alterações no cotidiano em razão da pandemia do novo coronavírus acabaram por transformar, até mesmo, a forma como enxergamos a nossa casa. Em muitos casos, inclusive, o espaço que, até então, era visto como um ambiente de descanso, lazer e “desligamento” dos inconvenientes enfrentados ao longo do dia de trabalho passou a ser o local de desempenho das atribuições profissionais.

Entretanto, mesmo para aqueles que não fazem parte da parcela de trabalhadores que passaram a atuar sob o regime remoto, com o isolamento social — principal medida de contenção da disseminação da Covid-19 —, o conceito de lar foi ressignificado, já que passou a representar um lugar seguro onde foi necessário passar a maior parte do tempo.

Entretanto, em razão dessa nova realidade, uma prática se fez comum: cada vez mais, os moradores perceberam a importância de trazer para o lar uma atmosfera de acolhimento e, com isso, as tendências de decoração ganharam ainda mais destaque — daí a importância de acompanhá-las.

A seguir, confira quais são as principais para o ano de 2021!

1. Uso de fibras naturais

Um dos primeiros pontos que ganharam mais evidência quando se trata de tendências de decoração é a demanda por uma maior conexão com a natureza, que foi ainda mais potencializada em algumas pessoas, diante da necessidade de evitar locais abertos e ao ar livre — potenciais pontos de aglomeração. Assim, além da aposta em jardins verticais, pequenas hortas e vasos de plantas, o uso de fibras naturais também passou a ser bastante comum.

Nesse sentido, determinados materiais, como o sisal e o bambu, passaram a marcar presença nos lares, muitas vezes, combinados com outros de mesma origem, como pedras e madeiras. Esses elementos, em geral, representam uma excelente aposta para trazer mais textura aos cômodos, bem como profundidade.

2. Escolha de cores marcantes

Recentemente, a Pantone anunciou as cores do ano de 2021 e o amarelo teve o protagonismo. Chamado de “Illuminating Yellow”, um tom ousado e quente, representando a alegria do sol — sendo capaz, inclusive, de elevar a sua inspiração e despertar a coragem —, ele certamente estará cada vez mais presente junto a outras cores intensas e vibrantes, por exemplo, nas paredes da sala e em objetos de decoração.

Outras boas opções são:

  • vermelho, que também é uma tonalidade quente, emanando calor e alegria;
  • laranja, que estimula a criatividade e renova as energias;
  • azul, que inspira lealdade e confiança, sendo também uma tonalidade que está relacionada a uma maior clareza dos processos mentais e à inteligência;
  • verde, transmitindo sensações de paz e também de tranquilidade.

3. Retorno do vintage

Estilo já muito presente no ano de 2020, o vintage se mantém em alta neste ano de 2021. Então, objetos decorativos e mobílias que seguem essa tendência, certamente, permanecerão com grande procura. Vistos como acolhedores, mas também relacionados ao resgate do passado, se bem escolhidos, eles são capazes de trazer mais sofisticação aos ambientes.

Normalmente de muita personalidade, marcada pelos formatos arrojados, essa decoração ainda pode ser perfeitamente combinada a um conceito mais atual, com um visual mais contemporâneo.

4. Uso de materiais de higienização mais facilitada

As medidas de confinamento não vieram sozinhas. Junto a elas, inúmeras são as recomendações de higienização com a finalidade de evitar o contágio pelo novo coronavírus. Afinal, segundo informações divulgadas em junho de 2020 pela Fiocruz, conforme um estudo publicado no New England Journal of Medicine, ele pode permanecer em determinadas superfícies, a depender de suas características, por algumas horas ou até durante dias. 

Sendo assim, outra das tendências de decoração para 2021 é a escolha de materiais que possam ser mais facilmente limpos. Algumas boas decisões com esse propósito são:

  • optar por vinil ou couro para os estofados;
  • usar capas que sejam laváveis em poltronas, sofás e assentos em geral;
  • optar por revestimentos que facilitem a limpeza, como piso cerâmico e porcelanato.

5. Opção por um design mais sustentável

Em alta desde o ano de 2018, pelo menos, a sustentabilidade na decoração permanece uma tendência — e assim também é esperado para os próximos anos. É notável que as pessoas estão, cada vez mais, conscientes e genuinamente preocupadas com os impactos das atitudes humanas no ecossistema.

Sendo assim, essa inclinação, que se torna mais fortalecida a cada ano, reflete justamente a responsabilidade para com o meio ambiente, porém, sem desconsiderar a necessidade de manter os espaços funcionais e, é claro, a beleza.

Entretanto, neste tópico, vale a pena destacar que não basta investir no sustentável durante a decoração do lar, mas não assumir efetivamente essa conduta quanto aos demais aspectos que envolvem o funcionamento da residência. Nesse sentido, vale aproveitar o gancho e propor ao cliente, por exemplo, a projeção de um sistema de controle do consumo de recursos naturais, como uma maneira de gerenciar o uso da água e de economizar energia elétrica.

Como você viu, muito em razão das grandes mudanças vividas por todos nós nos últimos tempos com a disseminação da Covid-19, uma forte necessidade de adaptação dos lares surgiu, seja com o intuito de torná-los mais acolhedores, seja com a finalidade de torná-los mais funcionais (e até mais inspiradores para aqueles que atuam desde então no regime remoto).

Por esse motivo, a busca por pequenas reformas e por projetos que trabalhem as principais tendências de decoração aumentou exponencialmente. Sendo assim, estar atento a essas novidades é fundamental para entregar um serviço de qualidade e que realmente deixe o cliente satisfeito com o resultado final. Para tanto, não deixe de se manter antenado a todos os movimentos relacionados a esse universo, por exemplo, acompanhando conteúdos ricos voltados a profissionais de arquitetura em blogs e portais do segmento.

Este texto foi útil? Então, compartilhe em suas redes sociais para disseminar essas informações entre os seus colegas do ramo.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.