Portfólio de arquitetura: saiba como montar o seu

portfólio de arquitetura

Ter um currículo bem elaborado é essencial para ir em busca de uma nova oportunidade de emprego ou para expor suas qualificações aos potenciais clientes. Entretanto, nem sempre é possível conseguir mostrar os diferenciais somente através de palavras. Por isso, ter um portfólio de arquitetura bem elaborado faz toda a diferença para mostrar às pessoas a sua capacidade profissional.

Muitas vezes é aqui que começam as dúvidas, pois muitos profissionais não sabem por onde começar a desenvolver o seu portfólio, quais informações são interessantes para ser inseridas e qual é o formato ideal para apresentá-lo. A seguir, mostramos a importância desse elemento para os arquitetos e designers de interiores, e o que é preciso fazer para mostrar seu trabalho e se destacar. Vamos lá? Boa leitura!

Por que ter um portfólio de arquitetura e design de interiores?

Em profissões como arquitetura e design de interiores, o portfólio é extremamente importante. As pessoas que buscam por esses profissionais querem ter referências e consultar os projetos concluídos para tomar sua decisão – itens que nem sempre são possíveis de mostrar apenas com o currículo. Os dois se complementam – enquanto um descreve as características do profissional, o outro mostra a capacidade na prática.

É importante ressaltar que a criação do portfólio é importante também para o profissional recém formado. Nesse caso é possível adicionar os trabalhos realizados ao longo do curso da universidade, ou mesmo algumas criações com as tendências do momento, para demonstrar seu estilo e criatividade.

Como montar um portfólio?

Em um mercado cada vez mais competitivo, é preciso encontrar uma maneira de se destacar da concorrência. Por isso, um portfólio bem elaborado e atrativo é essencial para ajudar você a demonstrar seu estilo e potencial para conquistar novos clientes ou encontrar um emprego. Confira a seguir, o que é preciso observar ao montar seu portfólio.

Defina o objetivo do portfólio

Um dos passos mais importantes na elaboração do portfólio, é definir seu objetivo. A arquitetura é uma área ampla: existem diferentes segmentos para atuar e cada uma delas requer um estilo de apresentação e linguagem diferenciada. Por isso é importante deixar clara qual é sua área de atuação e atrair os potenciais clientes.

Os conteúdos e informações técnicas sobre cada projeto também requerem atenção. Insira o que julgar importante para seu cliente entender o processo do projeto, mas não seja técnico demais, pois ele pode ser leigo e não entender.

Entenda para qual tipo e perfil de cliente ele será apresentado

Conhecer o público-alvo é essencial antes de desenvolver seu portfólio. É baseado no tipo de público que você irá trabalhar que será definido o conteúdo apresentado. De nada adianta mostrar trabalhos realizados em imóveis residenciais, se os clientes que você pretende atrair estão em busca de trabalhos realizados na área de arquitetura corporativa

Portanto, é preciso identificar quais são os fatores motivadores que fazem com que seu cliente tome a decisão. A melhor forma de fazer isso é por meio de pesquisas sobre o perfil do cliente, com informações sobre seus gostos, a faixa de renda, o nível de graduação etc. Isso porque é importante conhecer suas preferências, necessidades e exigências. Assim, fica mais fácil definir como atrair sua atenção.

Invista na apresentação e estética do portfólio

O design do portfólio mostra muito sobre o profissional, ou seja, o cuidado com a apresentação, a forma em que foram organizadas as imagens, as cores e as fontes utilizadas na elaboração da apresentação. Tudo isso demonstra sua preocupação e cuidado, e deve refletir positivamente, na decisão do cliente.

Por isso, é importante que exista harmonia entre esses elementos. Lembre- se de que esse conteúdo representa a sua identificação profissional.

É importante dizer que as imagens escolhidas devem ter boa resolução para que seja possível observar os detalhes que fazem a diferença em um projeto, como a qualidade dos materiais utilizados, a escolha dos elementos de decoração e outros itens importantes que precisam de destaque. Se possível tenha imagens profissionais que mostrem o antes e depois dos ambientes para ficar evidente o trabalho de um profissional sério. Também, é preciso ter atenção quanto ao conteúdo apresentado. Os projetos devem conter uma breve descrição e alguns detalhes sobre a sua elaboração, para demonstrar como eles foram desenvolvidos. Vale ressaltar que as informações devem ser objetivas, mas devem mostrar o seu conhecimento e serem capazes de revelar o seu diferencial como profissional.

Destaque os trabalhos efetuados

Não é preciso adicionar todos os trabalhos realizados, pois se você tiver muitos anos de experiência, o portfólio poderá ficar muito extenso. O ideal é escolher os principais projetos executados, especialmente os que estejam de acordo com o seu objetivo profissional e com o do seu público-alvo. Destacar o nome dos clientes também é uma forma de aumentar o reconhecimento profissional.

Portanto, coloque em evidência essas informações e indique quais atividades foram realizadas. Como mencionamos, quem acabou de se formar pode incluir os projetos realizados na faculdade. O importante é encontrar formas criativas de expor o seu conhecimento e capacidade profissional.

Deixe sua personalidade e trabalhos autorais em evidência

Cada profissional adquire traços e formas de trabalho personalizadas. Apesar de os projetos traduzirem os desejos do cliente, é possível identificar a assinatura do projeto: são características que representam o seu diferencial. É importante que as pessoas interessadas em seu portfólio conheçam o seu estilo. Por isso, os trabalhos realizados, que tiveram a sua marca, devem ter um destaque especial.

É essencial mostrar o seu estilo porque existem os clientes que procuram por profissionais que tenham essa característica, ou seja, eles querem que o profissional saiba como colocar personalidade em um projeto e atender ao pedido do cliente ao mesmo tempo.

Defina o formato do seu portfólio

Atualmente, o portfólio digital é uma opção avançada e mais econômica que o modelo impresso, pois basta ter o conteúdo online e informar o link correspondente para o cliente.

Existem diferentes plataformas que oferecem o espaço gratuitamente para que o profissional possa criar e apresentar o seu conteúdo. Outra opção é ter o seu próprio site para expor os projetos. A vantagem dessa alternativa é passar credibilidade ao cliente, além de ter mais liberdade na construção do formato de apresentação.

O portfólio de arquitetura é uma ferramenta essencial para que o profissional possa apresentar de forma visual a sua experiência e assim, conquistar novas oportunidades de trabalho. Portanto, siga as dicas apresentadas até aqui e selecione os seus melhores projetos para seu portfólio ficar completo e demonstrar sua experiência e sua assinatura.

Depois que o portfólio estiver pronto, é preciso divulgá-lo. Por isso, confira neste conteúdo 6 dicas imperdíveis sobre como divulgar os projetos de arquitetura!

guia para projetistasPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *